Páginas

sábado, 15 de dezembro de 2007

O Xuxu e a Cenoura

Read this post in English
Hoje aconteceu uma coisa curiosa. Estava eu passeando numa rua sem nada de interessante. Eu estava dirigindo e pensando na vida (nada de especial).

Eis que então, do lado direito da rua, mais ou menos a um metro da calçada, avisto o xuxu. Coitado, meio deformado, devia ter sido atropelado por alguém pois tinha um ladinho meio amassado. Fiquei com pena do xuxu, pensando em qual seria sua história antes ao triste acidente.

Então, próximo a ele eu a vi. A cenoura, grande e inteira, sem nenhum ladinho amassado. Ela, com certeza, não havia sido atropelada. Me ocorreu então que talvez ela estivesse ali, apenas e tão somente, para fazer companhia ao pobre xuxu. (Ri de minha imaginação). Pensei que talvez sua história anterior também fosse digna de nota.

Estas considerações costumam passar pelas nossas cabeças por apenas uma fração de segundo. Eu estava dirigindo e não podia simplesmente para o carro ali, no meio da rua, mesmo sendo uma rua sem graça e sem nada interessante. Simplesmente segui em frente.

Mas tenho que reconhecer que, nos minutos seguintes, meus pensamentos foram dedicados ao xuxu e a cenoura, dois pobres legumes abandonados por alguém, mas fiéis um ao outro até o fim.

Um comentário:

Marina disse...

hahahahahahaha
salve o xuxu e a cenoura !
calma mãe, você é tão normal quanto eu ! essas coisas também passam na minha cabeça :D
huhuahuahauha
beijinhos no nariz