Páginas

domingo, 25 de março de 2007

Roger Waters - eu fui!

Por mais que eu procure palavras para descrever o que foi estar lá, no estádio do Morumbi, no show do Roger Waters, fica faltando aquela palavra que teima em fugir da minha boca. Não ter tido, durante todo o mês, a mais remota idéia de que eu iria, fez com que tivesse um significado ainda maior.

Desde de que fiquei sabendo que ele viria para o Brasil pensei que, meu filho de 16 anos, tinha que ir! Me sentia responsável por isso já que, sempre procurei "apresentar" a ele o que eu entendia como o melhor em termos de música. Desde pequeno ele demonstrou entender o que eu estava dizendo quando falava desta ou daquela banda antiga, que eu havia conhecido quando ainda era uma criança. Ele captava e sentia as músicas como se tivesse nascido para isso. Sim, ele tinha que ir. Ok, não era o Pink Floyd mas, era quase... o mais próximo que poderíamos chegar dele. Mal sabia eu que, a sensação de quem estava lá era de estar assistindo ao Pink Floyd mesmo! Só faltou o David Gilmor que, além do talento único, também é uma bela imagem de se ver.

Não vou ficar aqui falando sobre a sensação que tive em cada uma das músicas... daria um post gigante. O que importa aqui é que lá, senti coisas que não sentia há muito tempo. Sentimentos que há muito eu continha. Nem me lembrava mais há quanto tempo eu não liberava minhas emoções, não me entregava a uma sensação tão pura e genuína quanto as que senti ontem.

Fomos sem ingresso, sem saber se poderíamos entrar, apenas com um dinheirinho no bolso, mochila nas costas e uma esperança enorme nos guiando.

Deu tudo muito certo! Sentamos num lugar ótimo, conseguimos um ingresso muito bom por pouco dinheiro, o som estava perfeito, as imagens, a energia, tudo muito lindo!

Eu olhava pro lado e via meu filho feliz de verdade, de estar ali, com uma expressão no rosto que eu gostaria de poder guardar pra sempre! Agradeci a Deus por ter me permitido estar lá e poder ter levado meu filho e presenciado seu prazer. Senti muita falta de pessoas que poderiam compartilhar comigo desse deleite.

Alguns podem achar um grande exagero tudo o que estou dizendo mas, pra mim, foi mágico e maravilhoso!

3 comentários:

O Pirata disse...

Obrigado pela vista!
Seu blog está muito bom, e eu achei perfeita a sequencia de poesias: Francês, Espanhol e Italiano.
Muito bom!

=]

Cintia disse...

:)
não é fácil agradar gregos e troianos!

Anônimo disse...

Nossa! imagino sua emoção...sou de Porto Alegre e não tive como ir...mas sei que vou me lamentar pra sempre por não ter ido!!bom pra quem foi!!Abraço!!